As Virtudes, a Moral e a Educação

  UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE LICENCIATURA EM FILOSOFIA ALUNO: PATRICIA VOLPE (DRT: xxxx-xx) AULA: Ética - Sintetize - Faça a atividade proposta na página 79 do livro, sobre a posição e o papel das virtudes no contexto atual do lugar onde você vive considerando as quatro questões levantadas e concluindo com sua opinião filosófica. Livro trabalhado:... Continuar Lendo →

Anúncios

CORAGEM! = ausência de medo (Não. Isso é burrice.) CORAGEM = a justa intensidade do medo. (Sim. A temperança entre o excesso de confiança e a covardia.)

Estar vivo é estar com a vida. E a Vida é uma senhorinha simpática que vive fazendo tricô. Dona de um humor sarcástico, ela nos observa por cima de seus óculos enquanto tricota com sua linha feita do tempo, ponto a ponto, ou, imprevisto a imprevisto.

Uma briga, feia, violenta, demorada. Suas forças já estão esgotando, tremendo, tudo dói e, como em um cabo de guerra, a faca está no seu pescoço. Você percebe que quer desistir, quer permitir que ela entre, está exausto. Aparece alguém: “Tudo bem?” ... Mas, a expressão foi desconstruída, a pergunta é banal, desinteressada, preenchedora de... Continuar Lendo →

Noite de minguar

Sou pedaço de minguante sem um céu ou véu, do meu quarto viro réu. Dói minha cabeça enquanto a noite cresce e a lua em prece emagrece, e  ninguém agradece ou se despede. Vou amarrar um pano na cabeça para ver se ela emudece. Pano apertado para esmagar medos e pesos Mas o minguante da... Continuar Lendo →

[...] Pobre inimigo que me soterrastes, sem perceber que no fim me mandastes ao meu centro de poder. Soterrada, me reconheci no seio da terra. Dela, retirei a sabedoria da humildade em saber que nada sou só.   Da escuridão solitária, renegada, de baixo, foi a lua, lá em cima quem me mostraste que matéria... Continuar Lendo →

Sigo doendo, e dói no coração. Coração vivo é coração ferido e inquirido. E todos nós somos feridos. Fé é a relíquia mística nos dada como herança pela Coragem. É ela quem nos permite, como ancoragem, assegurar e segurar nossas mentes e almas em um pêndulo, do tempo êmulo, na beira sem eira do abismo,... Continuar Lendo →

Não sei mais, se singulares ou plurais Entendemos a morte quando entendemos a vida Questão de confidências estruturais Precisamos do plural para sermos singulares. A palavra ressurreição carrega 'vida eterna' em marca d'água A palavra reencarnação sussurra 'morte eterna' no som Questão de confidências, não de palavras, de línguas Tantas vidas já vivi, esqueci e... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑